In SALA DE IMPRENSA

Miracatu, 8 de janeiro de 2018 – O Legado das Águas – maior reserva privada de Mata Atlântica do país – firmou uma parceria com o Instituto Trata Brasil com objetivo de incentivar a busca por soluções que levem à melhoria dos serviços de esgotamento sanitário no Vale do Ribeira. O Instituto é uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, formada por empresas com interesse nos avanços do saneamento básico e na proteção dos recursos hídricos do país.

O primeiro passo foi a elaboração, em 2015, de uma relação da atual situação do saneamento básico nas cidades vale-ribeirenses. Agora, nessa nova etapa, o documento vai passar por uma revisão na qual avaliará estratégia de atuação nos próximos anos.

“A falta de saneamento básico é a causa de muitos problemas de saúde pública e de meio ambiente. A poluição por despejo de esgoto é a maior causa da poluição dos rios no Estado de São Paulo. Portanto, o estudo vai identificar oportunidades de desenvolver iniciativas para melhorar a qualidade de vida das comunidades do Vale do Ribeira por meio do acesso ao saneamento básico”, diz o diretor da Reservas Votorantim, David Canassa.

De acordo com o Presidente Executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos, a parceria veio a somar esforços no trabalho de conscientização a sociedade para a importância de reivindicar serviços públicos como a água tratada, coleta e tratamento de esgoto. ““Além disso, queremos somar esforços e compartilhar aprendizados sobre a gestão de recursos hídricos com o Legado das Águas e aplicar essas novas ideias à nossa metodologia de trabalho com as comunidades”, afirma.

O Trata Brasil ainda publica anualmente o estudo ‘Ranking do Saneamento’, que diagnostica a condição do abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto nos 100 maiores municípios brasileiros. O estudo mostrou que apenas em 2013, em termos de volume, as capitais brasileiras lançaram 1,2 bilhão de m³ de esgotos na natureza em 2013.

Digite algum termo e pressione enter para pesquisar

X