In ARTIGOS

Não se surpreenda se, futuramente, o seu filho trabalhar em uma função que você ainda não ouviu falar. A preocupação cada vez maior com uma economia mais sustentável e colaborativa impacta o mercado de trabalho. Enquanto algumas profissões vão, aos poucos, desaparecendo, outras ganham espaço.

O relatório “O Futuro do Trabalho”, do Fórum Econômico Mundial, previu que 65% das crianças que estão no primário hoje devem trabalhar em empregos que ainda não existem! Veja cinco profissões que devem fazer a diferença no futuro:

  1. Especialista em energias alternativas ou renováveis

Com a possibilidade real do esgotamento das fontes tradicionais de energia, como o petróleo e seus derivados, será cada vez maior a busca por recursos alternativos em escala global. O desafio maior desse profissional será viabilizar e encontrar soluções para fontes de energia renováveis que não gerem impacto para o meio ambiente.

  1. Curador de Sustentabilidade

O funcionamento de indústrias, empresas e até governos deve ser alterado por uma demanda no campo da sustentabilidade: um profissional especializado no estudo do clima. Com isso, biólogos, geólogos, físicos, químicos e ambientalistas serão cada vez mais requisitados para atuar em programas virtuais capazes de fornecer previsões ainda mais precisas para fenômenos naturais e climáticos como inundações, tempestades, secas persistentes e furações. O trabalho também deverá incluir projetos para recuperação de danos e manutenção de reservas de biodiversidade.

  1. Gestor de inovação

Se de longe o termo soa um tanto genérico, saiba que essa vaga já é oferecida em diversas empresas ao redor do mundo. Com o objetivo principal de melhorar o modelo de negócio, este profissional é responsável por analisar e repensar as estratégias da empresa onde atua, sugerindo possíveis soluções e mudanças. Essa alteração pode se restringir a uma determinada área ou ao core business empresarial.

  1. Consultor de longevidade

Com a expectativa de vida sendo cada vez mais ampliada, as pessoas têm demonstrado a necessidade de aprender a lidar com a permanência no planeta de maneira mais produtiva, saudável e feliz. Não deve demorar para que profissionais especializados em técnicas, serviços e orientação sobre longevidade e vida saudável na terceira idade sejam procurados do mesmo modo que hoje vemos a busca por um personal trainer entre os que desejam entrar em forma.

  1. Especialistas em gestão de resíduos

Diariamente, a humanidade produz uma quantidade cada vez maior de resíduos – em especial, o do tipo sólido. Esse crescimento, somado a novas legislações para o tema, gerou a necessidade de um profissional responsável pela gestão desse material que é produzido em volume descomunal. O gestor de resíduos deverá se aliar à tecnologia de ponta para buscar formas de reaproveitamento do lixo, seja por meio da geração de energia ou processos de reciclagem que possam dar forma a novos componentes. Além de tecnologia, essa área irá demandar uma estrutura para pesquisa e armazenamento.

Se o cenário das profissões e nova economia causa surpresa, vale lembrar que algumas dessas funções já estão sendo muito requisitadas no mercado. Outras fazem parte de um futuro muito mais próximo do que imaginamos. Se você acha que a discussão sobre as profissões do futuro pode interessar seus amigos e colegas de trabalho também, compartilhe esse post nas suas redes sociais!

 

Digite algum termo e pressione enter para pesquisar

X