bio2-copia

O Legado das Águas representa uma oportunidade espetacular de desenvolvimento de novos produtos a partir do DNA das espécies encontradas na área.

Em pareceria com Mauro Rebelo, professor adjunto do Instituto de Biofísica da UFRJ e chefe do Laboratório de Biologia Molecular Ambiental, há dois anos o Legado vem desenvolvendo um trabalho de sequenciamento do DNA de 57 plantas nativas. Com isso, tem sido possível montar o maior banco de dados digital da Mata Atlântica.

Este é um trabalho pioneiro e promissor de pesquisa aplicada, sendo que um dos principais objetivos da pesquisa é buscar proteínas que possam ter interesse comercial para serem aplicadas na indústria farmacêutica, de cosméticos, entre outras.

Como resultado, o pesquisador Mauro Rabelo destaca: “Conseguimos produzir duas substâncias de interesse da indústria de cosméticos, o 1,2 Diol Limoneno e o alfa-terpineol, a partir do r-limoneno, um subproduto da indústria de suco de laranja, utilizando micro-organismos modificados com genes de espécies encontradas na Mata Atlântica”.

bio
flora
fauna
site-novo-parce

Legado das Águas © 2018 – Todos os direitos reservados