Nossa missão é proteger os recursos naturais para esta e para as próximas gerações, garantindo a perpetuação dos habitats e a conservação de espécies da fauna e flora, e outros organismos.

O Legado das Águas – Reserva Votorantim surgiu do pensamento visionário de que as florestas garantiriam a proteção das nascentes do Rio Juquiá e manteriam a disponibilidade hídrica por séculos à frente.

Nossos ativos no Brasil também incluem 33 hidrelétricas capazes de suprir mais de 80% da necessidade energética das fábricas; a maior reserva privada de Mata Atlântica, o Legado das Águas – Reserva Votorantim, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), no estado de São Paulo; e uma malha logística composta por caminhões, navios e terminais marítimos.

A área de florestas que forma o Legado está sob a gestão da gerência geral de Sustentabilidade da Votorantim S.A., que propõe novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos.

Acreditamos que é possível gerar renda e ainda assim produzir valor compartilhado e, desde o início, pensamos além do nosso tempo e trabalhamos com ações e projetos inovadores e sustentáveis.

Nosso Plano de Gestão Estratégico, desenvolvido pela CI – Conservação Internacional, traz diretrizes de como atuar para alcançarmos sucesso nesse novo modelo gestão, focado em atividades sustentáveis.­

Não havia melhor maneira de proteger as águas do Rio Juquiá, que cortam o Vale do Ribeira, do que comprar e proteger a maior área florestal possível às suas margens. Essa foi a decisão da Votorantim há mais de 50 anos, quando iniciou a construção das usinas hidrelétricas com a finalidade de possibilitar a ampliação da produção de alumínio.

Ao longo do tempo, entre as décadas de 1920 e 1950, uma série de propriedades de mata fechada foi adquirida no entorno do complexo energético da companhia, somando milhares de hectares, o que levou à formação da maior reserva privada de Mata Atlântica do Brasil.

Em 2012, esse território, raro e em estágio avançado de conservação, foi institucionalizado como Legado das Águas – Reserva Votorantim. Hoje, o Legado fomenta pesquisas científicas próprias, recebe pesquisadores de instituições parceiras, sedia cursos e contribui para a recomposição e regeneração de áreas degradadas de Mata Atlântica dentro e fora do Vale do Ribeira, e abre caminho para a autossuficiência econômica.

Na década de 50, sob a direção de José Ermírio de Moraes, a Votorantim adentrou no setor de energia, com a exploração do complexo hídrico do rio Juquiá. Com a fundação e o crescimento da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), a necessidade em se obter energia fez com que o Grupo passasse a construir e manter usinas hidrelétricas próprias, uma atitude de vanguarda na história da indústria brasileira.

Mapa da Reserva

O Vale do Ribeira é considerado um Patrimônio Natural da Humanidade, localizado na região da Serra do Mar, ao sul do Estado de São Paulo. Também representa a maior área contínua de floresta remanescente deste bioma, com pouca intervenção humana. Neste cenário encontramos o Legado das Águas, a 2 horas da maior metrópole brasileira.

Como Chegar Até Aqui?

OPÇÃO 1 - Preferencial

Via Rodovia Castelo Branco (SP-280), passando pela cidade de Votorantim rumo a cidade de Tapiraí-SP pela rodovia SP-079 (180 km/ 3h40 min).

OPÇÃO 2

Via BR-116 Rodovia Regis Bitencourt (130 km/ 2h40 min).

Importante

Será necessário que agende sua visita com antecedência. No momento, o Legado das Águas está aberto apenas para visitações científicas e acadêmicas, mediante a etapas prévias de parceria com a instituição e projetos validados. Visitantes receberão detalhes de como chegar à sede da Reserva Votorantim por meio da equipe do Legado das Águas. A Reserva Votorantim não está aberta para visitações públicas nesse momento. Em caso de dúvidas, entre em contato com: contato@legadodasaguas.com.br