In SALA DE IMPRENSA

O Legado das Águas, maior reserva de Mata Atlântica do país, realiza o “1º Simpósio de Meio Ambiente de Tapiraí – Semana do Meio Ambiente 2018”. O evento, que acontece de 14 a 16 de agosto, no Centro Cultural Diosne Miguel Batista, é uma oportunidade para alunos e comunidade conhecerem a biodiversidade da Mata Atlântica.

Natureza revelada

Uma das atrações é a Exposição “Floresta Viva”, do fotógrafo Luciano Candisani, da National Geographic, que com imagens de tirar o fôlego, mostra a flora e a fauna da maior reserva privada de Mata Atlântica do Brasil, com imagens da anta albina, única no mundo em seu habitat, da onça-parda, do cachorro-vinagre, entre outros animais.

Cultura e Conhecimento

Na programação do simpósio, haverá palestras que ficarão à cargo de grandes parceiros do Legado das Águas, como o Instituto Butantan (Serpentes da Mata Atlântica), Instituto Manacá (antas do Vale do Ribeira), representantes do Legado e o Conselho Municipal de Turismo de Tapiraí, que destacará o potencial turístico do município. Representantes do Legado das Águas ainda levarão conhecimento sobre as características e importância da vegetação do Vale do Ribeira e atividades de ecoturismo em ambiente de Mata Atlântica. Outra participação importante, é da Associação da Comunidade Cabocla do bairro Ribeirão da Anta, que traduz o trabalho de atuação social da Reserva no compromisso com o desenvolvimento social da região.

Parcerias

O evento dentre as ações que a Reserva promove na parceria com o município desde 2013. Destacam-se nesse período: o Programa de Apoio à Gestão Pública (AGP), fruto da parceria entre o Instituto Votorantim e o Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES); o reconhecimento do Ribeirão da Anta como uma comunidade tradicional, um livro que resgata a história e cultura do local e a recuperação de uma área, em parceria com a prefeitura, que permitiu que os moradores do Ribeirão da Anta voltassem a ter acesso à água; capacitações e acompanhamento técnico da Associação dos Apicultores do Vale do Ribeira (Apivale) e da Associação de Produtores de Tapiraí e a iniciativa Empreende Tapiraí, que estimulou a cultura empreendedora por meio de capacitações, vivência e apoio à implantação de oportunidades de negócios em segmentos econômicos de relevância local ou regional. Em 2016, trinta pessoas participaram das capacitações. Em 2017, os melhores projetos foram escolhidos para receber recursos financeiros: Associação Cabocla do Bairro Ribeirão da Anta, Confeitaria Pão Divino, Gengibre & Cia e Vale Vivo, que produz farinha de banana orgânica.

Programação

  •  Dia 14, das 9h às 10h – Palestra “Atividades de Ecoturismo na Mata Atlântica”, Willian Mendes – Legado das Águas
  • Dia 14, das 10h30 às 11h30 – Palestra “Antas do Vale do Ribeira”, Mariana Landis, do Instituto Manacá
  • Dia 14, das 13h às 14h – Palestra “Antas do Vale do Ribeira”, Mariana Landis, do Instituto Manacá
  • Dia 14, 14h às 15h – Palestra “Atividades de Ecoturismo na Mata Atlântica”, Willian Mendes – Legado das Águas
  • Dia 15, das 10h às 11h – Palestra “Serpentes da Mata Atlântica”, Giuseppe Puorto – Instituto Butantan
  • Dia 15, das 13h às 14h – Palestra “Serpentes da Mata Atlântica”, Giuseppe Puorto – Instituto Butantan
  • Dia 16, das 9h às 10h, Palestra “Comunidade Tradicional como instrumento de conservação da Mata Atlântica”, Cilene Faria, da Associação da Comunidade Cabocla do Bairro do Ribeirão da Anta
  • Dia 16, das 10h às 11h – Palestra “A vegetação da Mata Atlântica no Vale do Ribeira”, Silas Cezar Silva – Legado das Águas
  • Dia 16, das 13h às 14 – Palestra “Turismo & Oportunidades de Desenvolvimento”, Jeffer Oliveira, COMTUR de Tapiraí

Sobre o Legado das Águas – Reserva Votorantim

O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, com extensão aproximada à cidade de Curitiba (PR), é um dos ativos ambientais da Votorantim. Localizada na região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, a área com sua floresta e rica biodiversidade local vem sendo conservada pela empresa há mais de 50 anos, com o objetivo de contribuir para a manutenção da bacia hídrica do Rio Juquiá, onde a companhia possui sete usinas hidrelétricas.

Desde 2012, o Legado das Águas foi transformado em um polo de pesquisas científicas, estudos acadêmicas e desenvolvimento de projetos de valorização da biodiversidade, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

O Legado das Águas é administrado pela empresa Reservas Votorantim, criada para estabelecer um novo modelo de área protegida privada, cujas atividades geram benefícios sociais, ambientais e econômicos de maneira sustentável.

Digite algum termo e pressione enter para pesquisar

X