Reflorestamento

O Legado das Águas oferta soluções ambientais de produção de florestas, utilizando todo potencial da mata atlântica conservada do Legado das Águas. Esse modelo de negócio tem como foco atender à demanda de paisagistas, incorporadoras, empresas ou produtores rurais que, por diversos motivos, têm a necessidade de projetos diferenciais com a Mata Atlântica, inclusive quando se trata na recuperação de áreas.

Exemplos que deram certo!

Foi desenvolvido um trabalho pioneiro de restauração florestal, em parceria com a empresa Bioflora, em uma unidade da Votorantim Cimentos, localizada em Salto de Pirapora, interior de São Paulo.

Ao invés de cobrir os taludes com matéria orgânica (processo comumente utilizado nesses casos) e sobre essa matéria espalhar uma cobertura vegetal formada basicamente por espécies exóticas de capim, foram plantadas na área mais de 7 mil mudas de várias espécies nativas, arbóreas e arbustivas, como guapuruvu, ingá e assa-peixe, provenientes do viveiro do Legado das Águas.

A experiência tem trazido bons resultados. Um deles é que a diversidade de espécies ali usadas garantirá uma significativa variabilidade genética. O plantio de espécies arbóreas e arbustivas pode criar, no longo prazo, uma trama de raízes mais fortes, o que ajudará a evitar problemas de erosão pela ação de enxurradas.

Há ainda outros benefícios. Muitas dessas árvores geram frutos e flores que, com o tempo, atrairão aves e insetos polinizadores, facilitando a dispersão de sementes e pólen nas proximidades. A cobertura florestal ajudará, também, a regular o microclima local.

“O Legado das Águas se propõe a ser um parceiro na busca de soluções, e os trabalhos de reflorestamento e paisagismo têm se mostrado um negócio muito promissor. Gera empregos e recompõe a Mata Atlântica, incluindo e sensibilizando as pessoas para a importância desse bioma. Além, é claro, de gerar receitas para a manutenção da própria Reserva”

David Canassa, diretor da Reservas Votorantim

Parque Gabriel Chucre

O Legado das Águas plantou mais de 10 mil mudas no Parque Gabriel Chucre, localizado em Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo. O projeto dessa floresta desenvolvido em parceria com a Cardim Paisagismo inclui bosques, alamedas, áreas de descanso e contemplação, de forma a criar um ambiente que inclui o frequentador do parque no bioma Mata Atlântica. A mata que irá se desenvolver, daqui alguns anos, proporcionará uma excelente qualidade de vida para os usuários da área. Sombreado, o parque será mais agradável para caminhadas e outras atividades esportivas. Além disso, o projeto propiciará a volta dos pássaros e outros animais típicos desse bioma, deixando um relevante legado de serviços ambientais.

Quer saber mais sobre plantas e projetos para reflorestamento?
Escreva para contato@legadodasaguas.com.br

Digite algum termo e pressione enter para pesquisar

X