In ARTIGOS

Todo mundo está de acordo sobre a importância da biodiversidade para o futuro do Brasil e do planeta, mas é fato que, ainda assim, ela continua ameaçada. Por isso, vale a pena conhecer e divulgar iniciativas de conservação da biodiversidade brasileira, que podem ajudar muita gente a conhecer e valorizar nossos ecossistemas, além de inspirar governos e empresas a tomarem atitudes semelhantes.

Neste texto vamos falar de quatro delas e sua colaboração para a manutenção da biodiversidade, do equilíbrio ambiental e da qualidade de vida das populações que vivem nas proximidades.

1) Legado das águas

O time da casa tem lá seus privilégios. Por isso, vamos começar falando do Legado das Águas, a iniciativa que abriga esse blog.

Mantido pela empresa Votorantim, o Legado das Águas foi criado em 2012, a partir de uma área conservada pela empresa há mais de 50 anos, com o objetivo de proteger as nascentes do Rio Juquiá, no Vale do Ribeira. Com aproximadamente 31 mil hectares é a maior reserva privada de Mata Atlântica do Brasil.

Para parceiros interessados em promover ecoturismo na reserva, o Legado das Águas oferece atividades e cursos que proporcionam diversão e contato com a Mata Atlântica aos visitantes. Canoagem, passeios de bicicleta, observação de aves e turismo científico são algumas das possibilidades.

2) Reserva Natural Vale

Localizada no Espírito Santo, no município de Linhares, a Reserva Natural Vale RNV tem ao todo 23 mil hectares e é um dos últimos remanescentes da Floresta de Tabuleiro, uma das mais ameaçadas do Bioma Mata Atlântica.

Voltada para o turismo ecológico, a RNV conta com hotel, área de lazer, trilhas para caminhadas, salas de oficina, brinquedoteca e um Centro de Visitantes com exposição permanente sobre a Mata Atlântica e a sua biodiversidade. Pesquisas científicas são conduzidas dentro da reserva ao longo de todo ano.

3) Parque Nacional do Iguaçu

Lar de um dos maiores espetáculos naturais do planeta, as Cataratas do Iguaçu, o Parque Nacional do Iguaçu é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio). A gestão do acesso dos milhares de visitantes que vão anualmente ao parque é feita em parceria com uma empresa privada, a Cataratas do Iguaçu S.A.

Atividades educacionais, trilhas e esportes radicais, além de uma exposição permanente, são alguns dos atrativos do parque, que, em mais de 600 mil hectares de áreas protegidas e outros 400 mil em florestas ainda primitivas, abriga e protege milhares de espécies da fauna e da flora regional.

4) Rebio União

As reservas biológicas são áreas de preservação com acesso bastante restrito. As visitas somente são permitidas para fins educativos. Uma das mais acessíveis é a Rebio União, no estado do Rio de Janeiro, que, em seus mais de 2,5 mil hectares, preserva áreas de mata atlântica, além de espécies raras e ameaçadas de extinção.

Uma das atrações da rebio é a trilha interpretativa de 3.300 metros, parte deles adaptados para pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida. Nela, é possível observar a rica biodiversidade da Mata Atlântica e a importância da floresta para a manutenção dos serviços ambientais.

As visitas de devem ser agendadas com antecedência pelo e-mail rebiouniao@icmbio.gov.br.

E você, conhece bons exemplos de conservação da biodiversidade brasileira? Deixe sua dica na área de comentários do post e colabore para que mais gente conheça essas iniciativas.

Digite algum termo e pressione enter para pesquisar

X