In NOTÍCIAS

O Legado das Águas, maior reserva privada de Mata Atlântica do país, administrada pela empresa Reservas Votorantim, vai oferecer atividades e cursos que proporcionem aos visitantes, além da diversão, uma vivência diferente na Mata Atlântica.

Todas as atividades serão operacionalizadas por empresas parceiras e, sendo assim, o processo de inscrição, dúvidas, pagamento e informações sobre como chegar à Reserva serão diretamente com elas.

  • Para a atividade de trilha aquática na Represa de Porto Raso, entre em contato com a Canoar, através do e-mail jose.pupo@canoar.com.br
  • Para a atividade de bike, entre em contato com a Velo Vert, através do e-mail velovertbr@hotmail.com
  • Para a observação de aves, entre em contato com a Sustentar através do e-mail wnabio@gmail.com

IMPORTANTE:

  • O Legado das Águas recebe o público somente por meio das atividades dos parceiros, que serão sempre divulgadas nesse espaço do site;
  • As atividades terão vagas limitadas e serão realizadas em grupos pré-definidos, pois o Legado das Águas não é um parque, é uma reserva focada em conservação. Haverá número limitado de participantes por atividade para que se possa receber o púbico de maneira segura e agradável;
  • O Legado das Águas trabalha em parceria com agências especializadas em estudo do meio e que atendem escolas de ensino fundamental e médio. Para maiores informações, envie um e-mail para contato@legadodasaguas.com.br
  • Está em andamento, também, a estruturação de um formato especial de abertura para a comunidade de Miracatu, Tapiraí e Juquiá, que terão acesso diferenciado ao Legado, por serem da região.
  • Os valores praticados para cada atividade, bem como a logística e alimentação são definidos pelos parceiros;

Você sabe o que é o Legado das Águas?

O Legado das Águas é uma reserva privada de 31 mil hectares de Mata Atlântica, equivalente a 1,5% da área residual desse bioma no estado de São Paulo. Mantida pela Votorantim e localizada no Vale do Ribeira, no sul do estado de São Paulo, abrange três municípios – Juquiá, Miracatu e Tapiraí – e foi constituída pela aquisição de diversas áreas entre as décadas de 1920 e 1950.

A visão da Votorantim na época era de que a conservação da cobertura vegetal era a melhor forma de garantir no longo prazo a disponibilidade hídrica da região, onde estão sete usinas hidrelétricas que fornecem energia para a Companhia Brasileira de Alumínio – CBA. Essa visão se materializou em um protocolo de intenções, firmado em 2012 entre o Governo do Estado de São Paulo e a Votorantim, para a implantação de uma reserva que ofereça um legado positivo para a sociedade, desenvolvendo atividades de pesquisa, educação ambiental e turismo sustentável, além de possibilidades de negócios a partir dos recursos ambientais ali presentes.

 

Digite algum termo e pressione enter para pesquisar

X